Lifting da Face em Miami – Terço Médio

A identidade humana é determinada primeiramente pelo rosto – sua estrutura, aparência e expressões. As alterações determinadas pela idade que afetam a aparência do rosto podem levar o indivíduo a sentir que sua identidade mudou ao longo do tempo. Essas mudanças podem ocorrer nas regiões alta, média e baixa da face; no entanto, as alterações na parte central geralmente ocorrem primeiro que as alterações na parte inferior. As modificações incluem perda do volume e flacidez das bochechas e desenvolvimento de rugas e áreas profundas abaixo das pálpebras inferiores. Normalmente indicado para quem ainda não apresentou flacidez na região inferior do rosto, o lifting facial do terço médio pode ajudar a diminuir essas marcas do envelhecimento, deixando a aparência mais firme e jovial.

Vídeo Lifting da Face

Fotos de antes e depois

Acesse mais fotos de pré e pós operatórios clicando abaixo

Anatomia facial

Antes de saber como funciona um lifting facial, ou ritidoplastia, é importante conhecer a estrutura do rosto e entender como o processo de envelhecimento provoca mudanças ao longo do tempo. A face é formada por camadas de pele, músculo e gordura que se estendem acima dos ossos faciais. Semelhantes a um elástico que foi esticado, os tecidos do rosto enfraquecem, perdendo a elasticidade e a capacidade de se manterem firmes e vigorosos. O rosto envelhece por vários motivos. Em resposta aos danos causados pelo sol e outros fatores, a rede de sustentação da pele, o colágeno e a elastina, é destruída. Consequentemente, a pele perde parte de sua estrutura e elasticidade e fica flácida. Além disso, os músculos faciais enfraquecem e se distendem, e os depósitos de gordura, que normalmente dão à face um aspecto arredondado e suave, descem e diminuem. Essas mudanças, juntas, criam bochechas flácidas, áreas fundas e rugas acentuadas na parte central do rosto.

Anatomia facial-Dr. Décio Carvalho Cirurgião Plástico brasileiro em Miami

Como funciona o lifting facial do terço médio?

Existem vários tipos de lifting facial, sendo que cada um corrige uma determinada área da face. Por exemplo, o lifting facial do terço médio rejuvenesce a região central do rosto. As mudanças causadas pela idade que acometem as porções superior e inferior do rosto geralmente são corrigidas com o lifting da testa e do terço inferior da face, respectivamente. Além disso, pálpebras flácidas e inchadas podem ser tratadas com a blefaroplastia. Durante o lifting facial do terço médio, os tecidos subjacentes são esticados, e as bolsas de gordura que dão forma e volume ao rosto são elevadas para deixar a aparência mais firme e jovial novamente. É importante lembrar que esse tipo de lifting não corrige a flacidez do pescoço ou da linha da mandíbula, nem trata as linhas finas ou as irregularidades de forma e textura da pele. O médico pode ajudá-lo a determinar o procedimento mais adequado e se um procedimento adicional, como blefaroplastia ou peeling, produziria um rejuvenescimento facial mais amplo.

como funciona o lifting facial-Dr. Décio Carvalho Cirurgião Plástico brasileiro em Miami

Preparo cirúrgico

A duração de um lifting facial do terço médio é de aproximadamente uma hora e meia, dependendo da extensão do tratamento. Antes do início do procedimento, a área a ser tratada é limpa, e um anestésico será administrado. Normalmente, aplicase anestesia geral, onde o paciente dorme durante a cirurgia.

preparo cirurgico-Dr. Décio Carvalho Cirurgião Plástico brasileiro em Miami

Incisões na linha do cabelo

O lifting facial do terço médio pode ser realizado usando-se várias incisões e técnicas cirúrgicas diferentes. Por exemplo, alguns médicos fazem as incisões nas pálpebras inferiores, entre outros lugares. No entanto, o método endoscópico está ganhando popularidade. Com ele, o cirurgião faz pequenas incisões logo acima da linha do cabelo e insere um endoscópio, que é um instrumento fino, semelhante a um tubo, utilizado para ver o interior do corpo. Para se ter acesso aos depósitos de gordura que serão levantados durante o procedimento, pode-se usar a pinça para elevar os tecidos subjacentes. Indo em direção à boca, o médico levanta cuidadosamente o tecido, criando um pequeno túnel na região central da face.

Insisões na linha do cabelo-Dr. Décio Carvalho Cirurgião Plástico brasileiro em Miami

Incisões na boca

Com o auxílio de um retrator, o cirurgião deixa exposta a parte interna da boca e faz duas pequenas incisões ao longo da linha da gengiva. Com a pinça, eleva os tecidos na porção inferior da região central do rosto para abrir a área entre as incisões superior e inferior.

insisão na boca-Dr. Décio Carvalho Cirurgião Plástico brasileiro em Miami

Reposicionamento dos depósitos de gordura

São colocadas suturas de suspensão nos depósitos de gordura que desceram com o tempo. Ao colocá-las através da incisão na linha do cabelo, o cirurgião eleva os depósitos de gordura e os reposiciona. Consequentemente, o rosto volta a ter contornos arredondados e suaves.

reposicionamento do deposito de gordura-Dr. Décio Carvalho Cirurgião Plástico brasileiro em Miami

Fechamento da incisão

Após todos os ajustes necessários nas estruturas subjacentes, o cirurgião pode colocar um dreno cirúrgico abaixo da pele para impedir a formação de líquido durante a cicatrização, embora, em geral, não seja necessário. As incisões na linha do cabelo e na boca são fechadas com suturas.

Fechamento da insisão-Dr. Décio Carvalho Cirurgião Plástico brasileiro em Miami

Recuperação do lifting facial do terço médio

Embora alguns médicos prefiram não utilizar curativos, outros podem aplicar uma bandagem mais frouxa ou uma malha de compressão para agilizar o processo de cicatrização. Essa malha é apertada e ajuda a diminuir o inchaço evitando a formação de líquido, além de proporcionar conforto e sustentação. Apesar de as bandagens frouxas serem removidas em questão de dias, as malhas de compressão normalmente são usadas por algumas semanas. Como em todo procedimento cirúrgico, o paciente pode sentir dor, inchaço e apresentar hematomas, que desaparecerão em algumas semanas. Caso seja utilizado um dreno cirúrgico, ele geralmente será retirado um dia após o procedimento, e as suturas que não são absorvidas são removidas de sete a dez dias. Embora já se sinta apto a retornar ao trabalho em uma ou duas semanas, recomenda-se evitar atividades pesadas, como a prática de exercícios ou levantamento de peso, por até três semanas, de modo que seu corpo tenha tempo suficiente para cicatrizar.

Recuperação do lifting facial do terço médio -Dr. Décio Carvalho Cirurgião Plástico brasileiro em Miami

Resultados do lifting facial do terço médio

Os primeiros resultados normalmente aparecem logo após o procedimento. E ficam ainda mais evidentes em duas ou três semanas, à medida que o inchaço e os hematomas vão desaparecendo. Como o processo de cicatrização é diferente em cada pessoa, o resultado final pode demorar meses. Apesar de o lifting facial do terço médio não impedir o processo de envelhecimento, ele pode diminuir drasticamente a flacidez da pele, as rugas e o afundamento do rosto, mantendo seu aspecto jovial por muitos anos.

Resultados do lifting facial do terço médio-Dr. Décio Carvalho Cirurgião Plástico brasileiro em Miami

DR. DÉCIO CARVALHO RESPONDE

Dr. Décio Carvalho terá prazer em responder sua pergunta, preencha o formulário abaixo e clique em confirmar.